segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

RETRATOS DO MEU PAÍS


Encrespam-se as nuvens lá no alto!
Parecem contorcer-se pelo vento!
É a natureza plena em seu rebento,
Num céu acinzentado, quase espalto!

... E vem a chuva forte no planalto,
Para matar a sede do sedento,
Pois antes que pareça um sobressalto,
Para o nativo é apenas um alento...

Pedaços de Brasil tão diferentes,
Que encantam aos nativos e aos de fora!
As chuvas, quando caem, são torrentes!

Um refrigério do homem que labora
Na seca, quando não crescem sementes,
Forçando os retirantes a irem embora...