VOZES DA POESIA / POESIA EM VÁRIOS TONS / POESIAS BRASILEIRAS / UM PASSEIO POR MINAS GERAIS / A POESIA DE Ineifran Varão Vols.I e II / POEMAS BRASILEIROS / CAUSOS E CORDÉIS / VARANO I E II / AMOR QUASE IMPOSSÍVEL / VEREDAS / UM PASSEIO PELO MARANHÃO

sexta-feira, 22 de julho de 2016

QUANDO ELA CHEGOU














Amanhecia o dia entre a neblina
e, aos poucos, passos céleres se ouvia...
uma janela aqui e ali se abria;
o dia amanhecia em cada esquina!

Passantes caminhavam em surdina...
o toque-toque em duro chão batia,
e o mourejar da lida, em novo dia,
voltava, àquela hora, à sua rotina...

Amanhecia também em minha vida!
Naquele caminhar, em meio à lida,
enquanto eu enfrentava a manhã fria,

ouvi, em suave voz, de não distante,
o seu convite: ‘vem, que irei adiante’
...e completou: ‘meu nome é Poesia!’