sábado, 13 de fevereiro de 2016

PINTADA EM TELA


Imaginei-te assim... como tu eras...
sem os sulcos do tempo... tantos anos!
Histórias e conversas... quantos planos
de sonhos, fantasias e quimeras!

Imaginei-te assim... nas primaveras...
na trilha dos desejos mais mundanos;
no meu pensar, pintei-te em oceanos
e nos jardins, nos muros e nas heras!

As cores escolhi, uma por uma,
pra dar a maciez qual de uma pluma,
que tem tua pele doce e encantadora!

Pintada em tela estás, agora, pronta
e lembras muito a lua quando aponta
...a me trazer saudade imorredoura!