VOZES DA POESIA / POESIA EM VÁRIOS TONS / POESIAS BRASILEIRAS / UM PASSEIO POR MINAS GERAIS / A POESIA DE Ineifran Varão Vols.I e II / POEMAS BRASILEIROS / CAUSOS E CORDÉIS / VARANO I E II / AMOR QUASE IMPOSSÍVEL / VEREDAS / UM PASSEIO PELO MARANHÃO

domingo, 3 de junho de 2012

NOBRE NATUREZA


Brada de longe a serra em chuva forte
No reboar distante do trovão!
É a natureza plena sem recorte
Complexo existir em plena ação!

Brada no peito em nós o coração
A encher de amor e vida nosso norte!
É a natureza em nós tão viva e forte
Num belo coexistir sem ambição!

Se um dia te cansares sem motivo,
Se um dia tu buscares lenitivo,
Olha em torno de ti a natureza...

Em meio à tempestade – tudo ao vivo,
Sequer há mal que fique no seu crivo,
Pois que não há rancor em sua nobreza!

Leave your comments
Deixe seu comentário