VOZES DA POESIA / POESIA EM VÁRIOS TONS / POESIAS BRASILEIRAS / UM PASSEIO POR MINAS GERAIS / A POESIA DE Ineifran Varão Vols.I e II / POEMAS BRASILEIROS / CAUSOS E CORDÉIS / VARANO I E II / AMOR QUASE IMPOSSÍVEL / VEREDAS / UM PASSEIO PELO MARANHÃO

quarta-feira, 2 de março de 2016

BURRINHA TAGARELA


A burrinha tagarela
Vivia a tagarelar!
Um dia foi pra janela
Viu a sombra que era dela
No muro se projetar!
Deu a volta pela porta
Dobrou-se até ficar torta
Levantou a sobrancelha
Pôs as butucas de esguelha
E danou-se a imaginar!...

Que bicho seria aquele
Que de repente sumiu?!
Estava olhando pra ele
Decifrando a cara dele
E o bicho de lá fugiu!!!
A burrinha ficou brava
Voltou lá pra onde estava
Debruçou-se na janela...
O bicho voltou pra ela
...E ela nunca descobriu!