VOZES DA POESIA / POESIA EM VÁRIOS TONS / POESIAS BRASILEIRAS / UM PASSEIO POR MINAS GERAIS / A POESIA DE Ineifran Varão Vols.I e II / POEMAS BRASILEIROS / CAUSOS E CORDÉIS / VARANO I E II / AMOR QUASE IMPOSSÍVEL / VEREDAS / UM PASSEIO PELO MARANHÃO

terça-feira, 4 de junho de 2013

O AMOR


Ei-la a sorrir... É a flor enamorada!
Seus olhos a brilhar são duas estrelas
A me queimar a face desgastada...
Não penso... Corro célere pra vê-las!

São contas que cintilam como velas,
Na velha esquina, em noite enluarada,
Enquanto a flor mais bela e cobiçada
Flerta os olhares mil de mil janelas!

Como é gentil a vida em meu compasso!
Ainda me ferve o sangue a cada passo,
Mesmo a tingir de cinza os meus cabelos...

O amor refaz a vida no mormaço,
Refaz em nós as cores e os anelos!
Por isso... A cada dia eu me refaço!