Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

TEUS BEIJOS (rondel)













Tornou-se um fardo ficar longe dos teus beijos...
Quando me lembro turvo o olhar, perco a visão!
Já não há jeito de alijar-te dos desejos
Tão arraigados dentro do meu coração!

Vago nas noites como louco em meus lampejos
Na tentativa de abrandar minha aflição;
Tornou-se um fardo ficar longe dos teus beijos...
Quando me lembro turvo o olhar, perco a visão!

Tu sempre foste tão presente em meus ensejos
Não deixarei que um dia soltes minha mão;
Seria a morte não ter mais os teus gracejos
Seria ter apunhalado o coração...
Tornou-se um fardo ficar longe dos teus beijos...

Leave your comments
Deixe seus comentários