Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

segunda-feira, 13 de junho de 2011

VOLÚPIA

No esconderijo do teu corpo eu vou buscar
Mais puro néctar das entranhas do teu ser...
Viajo as curvas do teu corpo sem parar
Cada milímetro deliro ao percorrer...

Na formosura da tua pele tão macia
Deslizo tonto de prazer na carne tua
Vou ao ponto ‘G’ que te traz gozo em demasia
Enquanto enroscas no meu corpo a carne nua...

Teu corpo em mel já perfumado pelo amor
Abre-se a mim ao entregar-me tua flor
E delicio-me no orgasmo cobiçoso!...

Nessa volúpia que estremece os corações
Arrebatamos de prazer nossas paixões
E terminamos outra vez em mais um gozo!...