Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

terça-feira, 13 de agosto de 2013

LONGE


Senti tua falta quando a lua veio
E a relva enfeitiçada lhe saudou!
O orvalho sobre o verde se deitou
E eu vi que a lua tem o teu enleio...

Os raios que prateiam meu vagueio
Trazem-me tua lembrança que ficou,
Quando a mim vinhas solta e sem rodeio...
Aumentam minhas ânsias aonde vou!

Igual à lua, luzes em minh’alma,
A me trazer o bem da tua calma,
Mesmo que longe estejas tu, assim...

Não vejo, a olhar em volta, uma vivalma...
Só a lua ali tão branca, qual um talma,
A vigiar a dor dentro de mim!