Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

sábado, 1 de setembro de 2012

NUM GALOPE À BEIRA-MAR












Um dia montei meu cavalo Possante
Caminho da praia... Que belo passeio!
Botei sela nova, troquei o arreio,
Mostrei-lhe uma trilha, ali logo adiante;
Seu passo era firme, galope elegante,
E fomos só nós e a luz do luar,
Com o vento acenando de leve ao passar,
Na copa das árvores belas, frondosas...
Senti o perfume de flores e rosas,
Naquele galope pra beira do mar!

A noite avançou e nós dois nem notamos!
Chegamos à praia de areia brilhante,
A lua indo embora pra muito distante,
Bateu a saudade do amor que ficou
E o peito abafado tão logo chorou...
Chamei meu cavalo, deitado a me olhar,
Voltamos pra vila em veloz galopar!
Peguei meu amor - a rainha mais bela,
Que ali, de onde estava, pulou a janela
... E amou-me a galope na beira do mar!