Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

terça-feira, 5 de junho de 2012

CERNE


Diz-nos de si no cerne da obsessão
A força inconsciente que transcende!...
Mistura-se ao chorume em parco chão,
Enquanto u’a chama nova se acende!

Do seio recrudesce e em grito estende
O impulso de alcançar com sua mão...
Beijam-lhe mimos falsos de um senão,
Cai no ilusório sim que não entende!

Invólucros do bem chegam da messe
Na grande e larga estrada que oferece
As flores que perfumes não contêm!

Fica a ilusão do que inda peço em prece,
Se é que minh’alma um pouco inda merece,
Ao fim da prece... Quando digo amém!

Leave your comments
Deixe seu comentário