Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

sábado, 11 de fevereiro de 2012

SEGUNDO DILÚVIO

Quando outra vez o mar se intumescer,
Não deixará lamúrias na história!
Não poupará memória a qualquer ser;
Não poupará o falso em sua vanglória!

O sal corroerá em bel-prazer
E, triunfante, irá cantar sua glória,
Quando outra vez o mar se intumescer,
Não deixará lamúrias na história!

Gargalharão no escuro ao padecer
Jocosos... Risos falsos morrerão
... E não verão jamais o amanhecer!
Triunfará o Bem, na imensidão,
Quando outra vez o mar se intumescer!

Leave your comments
Deixe seu comentário