Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

ENTRE A NOITE E O DIA













Brancas, as nuvens matizando o céu
vão se movendo num bailado leve,
enquanto paira livre e solta, ao léu,
a lua cheia, de um brancor de neve.

Já se aproxima a noite e ela brilha,
e, em solitária trajetória, espia,
por entre os flocos, essa maravilha,
o azul da terra entre a noite e o dia.

O cosmo se enche de piscares mil,
e a natureza, assim, segue sutil,
para que tudo siga sua rotina.

O dia vai enquanto a noite vem,
deitando um manto que só ela tem,
até que sopre a brisa matutina.

Leave your comments
Deixe seu comentário