Vozes/Poesia em Vários Tons/Poesias Brasileiras/Um Passeio por Minas Gerail/A Poesia de Ineifran Varão vols.I e II/Poemas Brasileiros/Causos e Cordéis/Varano/Varano, o poema sonoro

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Castelo de Amor





Clique na imagem, para ampliar !









O tokim e a tokinha
Dois baixinhos se encontraram
O baxim e a baxinha
Nunca mais se separaram!
Foi tão grande essa paixão
Que derrubou um avião
De um suspiro que soltaram!

Ele um cabra nordestino
Ela cabrita mineira
Selaram, pois, seu destino
Nessa paixão verdadeira
Com um beijo estonteante
Que assustou um passante
Que então saiu na carreira!

Passarinho quando passa
Que vê os dois se beijando
Bate asa e acha graça
Dá um silvo e sai voando
À procura da amada
U’a passarinha assanhada
Que sempre está paquerando!

A vida dos dois baixinhos
Merece a felicidade!
É o amor de dois pombinhos
Com pureza e lealdade!
Parece que se fundiram
- Nota-se quando suspiram
...É amor para eternidade!

Ele um bom cabra da peste
Ela mineira arredia
Da Lua fizeram veste
Do Sol sua serventia!
São donos da natureza
Amam a vida e a beleza
E se amam noite e dia!

Deixo aqui nesse cordel
Pra senhora e pro senhor
O abraço do menestrel
E o perfume duma flor
De tokim e sua tokinha
Que são o rei e a rainha
Num castelo de amor!